Algumas empresas já se depararam com a situação de ter o capital investido em um produto que não está sendo vendido, a perda de produtos perecíveis ou deixar faltar produtos no estoque. Esses fatores impactam diretamente nos lucros de sua empresa. Saber como calcular o giro de estoque, administrando o fluxo de entrada e saída de produtos pode ser a saída para esse transtorno.

 

A importância do giro de estoque

As situações citadas trazem um grande risco de prejuízo à empresa. Isso se deve pelo fato de não haver geração de receita através do dinheiro investido, pela perda da oportunidade de venda pela falta do produto ou pela perda de um produto perecível que não foi vendido.

O giro de estoque atua exatamente nesses quesitos, demonstrando com maior clareza qual a velocidade em que os itens do estoque foram renovados em um certo período, auxiliando a evitar baixos níveis de compras, que remetem a ter produtos em falta, ou altos níveis de compra, com acúmulos de produtos no estoque. Além disso, ele demonstra o tempo médio de permanência de um produto no estoque antes que ele seja vendido. Ou seja, é basicamente um indicador da rotatividade das mercadorias.

Empresas eficientes costumam realizar a gestão do estoque com periodicidade, conforme o seu porte e necessidade, com o objetivo de encontrar um ponto de equilíbrio entre as compras de mercadoria e as vendas realizadas.

Como calcular o giro de estoque

O primeiro passo para calcular o giro de estoque, ou rotatividade do estoque, é possuir um inventário de estoque atualizado. O cálculo é simples, mas tem por base o conhecimento da quantidade de itens vendidos em um determinado período e a quantidade de itens armazenados em estoque. Por isso, a relevância de se ter o inventário de estoque atualizado.

 

Saiba mais sobre o inventário de estoque em: Inventário de estoque – por que você deve começar a fazê-lo e não deixar para a última hora!

 

O segundo passo é definir qual o período a ser considerado para o cálculo: mensal, trimestral, anual, semanal, ou qualquer outro conforme a necessidade. Vale ressaltar que quanto mais perecível o produto, menor deverá ser o intervalo desse ciclo. Geralmente as empresas adotam um ciclo anual para o cálculo do giro de estoque.

Após a definição do período e da garantia de que o inventário de estoque esteja atualizado, o terceiro passo é o levantamento do total de produtos vendidos nesse período. Além disso, deve-se tomar nota também da quantidade média dos itens no estoque. Outra forma de avaliar a rotatividade do estoque é calculando a partir dos preços dos produtos no estoque.

Por fim, o cálculo é realizado da seguinte forma: total de vendas / quantidade média armazenada (em número de itens ou preço).

 

Exemplo de cálculo de giro de estoque

Exemplo 1 – pela quantidade de itens.

Uma loja de brinquedos e presentes possui um estoque médio de 1.000 itens em seu estoque. Por ano, essa loja costuma vender 6.000 itens. Tomando por base a fórmula acima temos: 6.000/1.000 = 6 giros. Isso significa dizer que os produtos dessa loja foram renovados seis vezes por ano, ou seja, a cada dois meses.

 

Exemplo 2 – pelo custo de compra.

Outro exemplo relevante são os estabelecimentos que possuem um inventário de produtos bastante diversificado, de diferentes departamentos, tamanhos, preços e etc. Nesse caso, o giro de estoque poderá ser calculado de duas formas: levando em consideração as categorias dos produtos; ou utilizando o custo de compra ao invés da quantidade de itens.

Imaginando que desses 1.000 itens, 100 sejam de determinado grupo de bonecas que tem como preço de compra R$ 20,00 cada. O estoque médio de preço de compra é: 100 bonecas * R$ 20,00 = R$ 2.000,00.

Ao todo são vendidas anualmente 600 dessas bonecas. Isso remete a um volume de vendas, em preço de compra, para: 600 bonecas vendidas anualmente * R$ 20,00 de preço de compra = R$ 12.000,00.

O número de giro de estoque será de 12.000 divididos por 2.000, ou seja, seis giros ao ano.

 

Analisando os resultados do cálculo do giro de estoque

Quando o cálculo do giro de estoque dá menor que 1, indica que, ao final do período, sobraram produtos não vendidos no estoque. Quando o resultado é maior que 1, como nos exemplos acima, significa que todos os itens foram renovados pelo menos uma vez dentro do período calculado.

No caso acima, o resultado fora de 6 giros em um ano. Ao dividir o período anual, de 365 dias, por 6 giros, a conclusão é que a loja de brinquedos acima girou o seu estoque em média a cada 61 dias no ano (total do cálculo 365/6).

Aplique o giro de estoque e otimize a gestão de sua empresa

Evitar o desperdício, minimizar o tempo em que a mercadoria fica “emperrada” na prateleira, diminuir a perda de produtos (principalmente por vencimento), economizar espaço para armazenamento do estoque, e minimizar os riscos de perda do estoque em caso de imprevistos, como incêndio ou roubo, são algumas das vantagens de uma empresa com uma gestão de estoque ativa.

Agora que você já sabe como calcular o giro de estoque, tomar decisões de compra ficará mais fácil. Trabalhe com um estoque adequado, faça compras regularmente e aumente a rotatividade dos produtos somente quando necessário e, por fim, jamais esqueça das datas sazonais e importantes e de considerar o tempo desde o pedido até a entrega da mercadoria. Em empresas que são muito afetadas pela sazonalidade, a definição de compra deve levar em consideração essas datas.

 

Com o Zeus Gestão Comercial, cuidar do estoque não é bicho de sete cabeças

O Zeus Gestão Comercial reúne ferramentas importantes para o controle e gestão de estoque para que você esteja sempre à frente da demanda de forma eficiente, inclusive o calculando o giro de estoque. Confira algumas das funcionalidades relacionadas à gestão de estoque:

·         Informações precisas e detalhadas no momento da venda;

·         Controle de estoque mínimo;

·         Sugestão de compra;

·         Apuração de Custo de Mercadoria Vendida (CMV);

·         Reserva de estoque;

·         Conversão de unidades de medida;

·         Sugestão de preço;

·         Inventário;

·         Balanço;

·         Fórmulas personalizáveis para definição do preço de venda;

·         Romaneio e controle de entrega.

 

Entre em contato com a Zeus Automação: 79 3432-8350 / 99912-8350 / 99913-8350 ou http://www.zeusautomacao.com.br e agenda já uma demonstração.

Publicado em: 27/03/2019 às 16h19
Por: Itweb